TAM e LAN anunciam nova estimativa de sinergias para o LATAM Airlines Group

São Paulo, 12 de janeiro de 2012

A TAM S.A. (“TAM”) e a LAN Airlines S.A. (“LAN”) anunciaram hoje uma revisão das estimativas de sinergias esperadas como resultado da fusão das duas companhias aéreas para criar o LATAM Airlines Group S.A. (“LATAM Group”). TAM e LAN estimam que as sinergias combinadas surgidas da combinação proposta podem aumentar o resultado operacional anual do LATAM Group ao longo do tempo entre US$ 600 milhões e US$ 700 milhões, antes de depreciação e impostos, sendo que as sinergias serão capturadas, na sua plenitude, em quatro anos após a conclusão da transação. Isso representa um aumento entre 50% e 75% sobre a estimativa inicial de sinergias anunciada pelas empresas em agosto de 2010, que era de US$ 400 milhões por ano. 

A nova estimativa, baseada no trabalho realizado pelas companhias com consultores da McKinsey & Company e da Bain & Company ao longo das últimas dez semanas, reflete revisões mais detalhadas e atualizações das expectativas de reduções combinadas de custos e das oportunidades para geração de receita que surgirão da combinação proposta, e inclui benefícios do compartilhamento de melhores práticas identificadas em certas áreas. Do total de sinergias antes de impostos esperadas, entre US$ 170 milhões e US$ 200 milhões devem ser alcançados no primeiro ano depois da finalização da transação.

Aproximadamente 40% de todas as sinergias potenciais serão geradas pelo aumento das receitas com o negócio de passageiros, 20% serão resultado do incremento de receitas com o negócio de cargas e os restantes 40% das sinergias potenciais serão provenientes da redução de custos. Com início quatro anos após a conclusão da combinação proposta, a divisão das sinergias anuais esperadas, antes de impostos, deverá ser a seguinte:

  • Entre US$ 225 milhões e US$ 260 milhões deverão vir do crescimento das receitas resultante da combinação das malhas de transporte de passageiros de LAN e TAM e da adição de novos voos;
  • Entre US$ 120 milhões e US$ 125 milhões deverão resultar do incremento de receitas que pode ser atribuído a novos serviços e ao compartilhamento de melhores práticas no negócio de cargas;
  • Entre US$ 15 milhões e US$ 25 milhões deverão ser provenientes da consolidação dos programas de passageiros frequentes de ambas as companhias e de melhores práticas por eles compartilhadas;
  • Entre US$ 100 milhões e US$ 135 milhões deverão vir da redução de custos relacionada à coordenação de atividades de aeroportos e procurement, que deverão permitir ao LATAM Group alavancar economias de escopo e escala;
  • Entre US$ 20 milhões e US$ 25 milhões deverão ser gerados pela diminuição de custos resultante da coordenação e do aumento de eficiência das operações de manutenção, que deverão permitir ao LATAM Group alavancar economias de escala; e
  • Entre US$ 120 milhões e US$ 130 milhões deverão vir da redução de custos resultante da convergência de sistemas de tecnologia da informação de TAM e LAN, do aumento de eficiência dos processos combinados de vendas e distribuição, e do aumento de eficiência nas despesas corporativas gerais.

As receitas e as economias estimadas que deverão resultar das sinergias e do compartilhamento de melhores práticas descritas acima não incluem qualquer custo de implementação. TAM e LAN esperam que os custos não recorrentes da fusão, incluindo honorários de serviços bancários, de consultoria e de aconselhamento legal, nas quais incorrerão durante 2012, somadas aos investimentos necessários para alcançar as sinergias mencionadas ao longo do período de sua captura, ficarão entre US$ 170 milhões e US$ 200 milhões ao todo. Finalmente, TAM e LAN esperam redução de investimentos em compras de motores e peças sobressalentes que serão evitadas, no valor de aproximadamente US$ 150 milhões, o que, espera-se, deverá ocorrer ao longo do período de captura das sinergias.

Abaixo está um gráfico com mais detalhes das sinergias anuais esperadas, antes de impostos:

Gráfico Sinergia LATAM