A companhia

 

A companhia

  • Descrição

    LAN Airlines é uma das linhas aérea líderes na América Latina. "LAN" faz referência à identidade consolidada que inclui LAN Airlines, LAN Express, LAN Peru, LAN Equador , LAN Argentina e Aires na Colômbia, bem como LAN Cargo e suas filiais. Em 28 de fevereiro de 2011 atendíamos 15 destinos no Chile, 14 no Peru, 4 destinos no Equador, 14 na Argentina, 24 na Colômbia, 14 em outros países da América Latina e do Caribe, 5 nos Estados Unidos, um no Canadá, 3 na Europa e 4 no Pacífico Sul. Ademais, em 28 de fevereiro de 2011, por meio de diversos acordos de código compartilhado, atendemos a outros 25 destinos adicionais na América do Norte, 16 destinos adicionais na Europa, 25 destinos adicionais na América Latina e no Caribe (incluindo o México), e 2 destinos na Ásia. Prestamos serviços de carga a todos nossos destinos de passageiros e aproximadamente 20 destinos adicionais atendidos unicamente por aeronaves de carga. Também oferecemos outros serviços, tais como operações em terra e manutenção. LAN Airlines é membro da oneworld (TM), aliança global de linhas aéreas líder a nível mundial. Conta com acordos comerciais bilaterales com suas linhas aéreas associadas da oneworld American Airlines, British Airways, Iberia e Qantas, bem como com Alaska Airlines, AeroMexico, Mexicana, TAM e Korean Air.

    Lan Airlines S.A. é uma sociedade anônima aberta constituída sob as leis do Chile. Nossos escritórios executivos centrais estão localizados na Avenida Presidente Riesco 5711, 200 andar, Las Condes, Santiago, Chile e nosso número de telefone geral nestes escritórios é (56-2) 565-2525

    Vantagens competitivas

    Nossa estratégia consiste em maximizar o valor dos acionistas incrementando os lucros e a rentabilidade ao aproveitar as eficiências operacionais entre nossas divisões de transporte de passageiros e carga, planificando detalhadamente nossas iniciativas de expansão e controlando cuidadosamente os custos. Propomos alcançar essas metas concentrando-nos em nossas vantagens competitivas atuais e implementando novas estratégias para impulsionar nosso crescimento a futuro.
    Consideramos que nossas vantagens competitivas mais importantes são as seguintes:


    Presença líder nos mercados clave da América do Sul
    Somos uma das principais linhas aéreas nacionais e internacionais de transporte de passageiros na América Latina, bem como o operador de carga mais importante tanto no Chile como na maioria dos mercados sul-americanos que servimos. Temos a participação majoritária do mercado de tráfico aéreo para e desde o Chile, Peru e Equador, bem como a participação majoritária do mercado nacional de transporte de passageiros no Chile e no Peru. Mais recentemente alcançamos uma posição sólida e crescente no mercado interno da Argentina por intermédio de Lan Argentina e igualmente no mercado internacional argentino por intermédio de Lan Argentina e nossas outras linhas aéreas de transporte de passageiros. Também estamos fortalecendo nossa presença no mercado equatoriano, onde começamos operações nacionais de transporte de passageiros em 6 de abril de 2009. Ingressamos no mercado colombiano nacional e internacional através da aquisição de Aires em 26 de novembro de 2010. Somos também o operador de carga mais importante dentro, desde e para a América do Sul, e estamos consolidando nossa liderança mediante novas operações de carga na Colômbia e no mercado interno brasileiro, e também através de uma presença cada vez maior em rotas entre América do Sul e Europa. Nossas operações internacionais e nacionais de transporte de passageiros e carga aumentaram consideravelmente nos últimos quatro anos em termos de capacidade, tráfego e rendas. Entre o ano 2005 e 2010, nossa capacidade de transporte de passageiros e carga aumentou em 78,8% e 28,2%, respectivamente.

    Uma base diversificada de geração de ingressos, tanto de transporte de passageiros como de carga
    Acreditamos que uma de nossas vantagens competitivas claras é nossa capacidade de integrar em forma rentável nossas operações de transporte de passageiros e de carga. Ao planificar rotas de transporte de passageiros, levamos em conta possíveis serviços de carga e também reservamos certas rotas específicas de carga utilizando nossas aeronaves destinadas a tal fim. Ao acrescer ingressos por conceito de carga a nosso serviço atual de transporte de passageiros, pudemos incrementar a produtividade de nossos ativos e otimizar os ingressos, o que historicamente abonou os gastos operacionais fixos por voo, diminuiu os fatores de carga da rentabilidade e melhorou a utilidade por voo. Além disso, esta diversificação de geração de rendas contribui para compensar as flutuações estacionais de rendas e diminui a volatilidade de nosso negócio no tempo. Em dezembro de 2010, os ingressos por conceito de transporte de passageiros representaram 68,8% do total de ingressos e as rendas por conceito de carga representaram 28,3% do total dos ingressos.

    Uma atraente estrutura de custos com alta utilização de nossos ativos e pessoal produtivo
    Entendemos que contamos com uma estrutura de custos altamente competitiva, com um custo por ATK de 43,7 centavos em 2010. Nossa vantagem de custos se deriva principalmente da produtividade e da dedicação de nossos empregados, a intensa utilização de nossas aeronaves, uma frota moderna e eficiente e uma cultura consciente dos custos. Nossos custos de salários e mão de obra representaram aproximadamente 20,4% dos custos em 2010, que, a nosso juízo, é uma porcentagem menor que a de muitos transportistas norte-americanos e europeus.
    Ademais, nossos itinerários e rotações de aeronaves estão desenhados para maximizar a utilização de nossas aeronaves. Durante o ano de 2010, nossos aviões de longa distância (Boeing 767-300 de passageiros e Airbus A340-300) operaram uma média de mais de 14 horas por dia. Também implementamos um novo modelo de negócios de operações de curta distância em 2007; por conseguinte, no final do ano 2010, aumentamos a utilização de nossas aeronaves de fuselagem estreita para chegar a mais de 9,5 horas diárias. Em maio de 2008, terminamos de eliminar os Boeing B737-200 de nossa frota. Nossa frota de curto alcance está atualmente composta somente de Aeronaves da Família Airbus A320, com exceção da recentemente adquirida frota Aires.
    Além disso, durante o ano de 2009 continuamos implementando LEAN, um sistema que busca melhorar nossos processos, eliminando atividades que não agregam valor, (incrementando então o valor de cada atividade e suprimindo aquelas que são supérfluas), o que reduz os custos, melhora a eficiência e aumenta a satisfação do cliente. A adoção deste sistema significou redesenhar os processos permitindo resolver problemas que podem ser produzidos durante a execução de qualquer processo, tais como a manutenção das aeronaves. O anterior torna mais eficientes as tarefas diárias e os processos realizados dentro da Sociedade. Devido a sua implementação durante 2010, conseguimos reduzir em 30% o tempo em que as aeronaves permanecem nos hangares e também pudemos reduzir o tempo necessário para instalar winglets de 58 a 18 dias. LEAN, além disso, nos permitiu em 2011 respaldar o alto crescimento da Sociedade, reduzindo o processo de habilitação de pilotos, o que resultou em mais pilotos habilitados durante esse ano. Finalmente, permitiu que a Sociedade reduzisse as emissões de CO2, redesenhando os processos em diversas áreas no consumo de combustível. Do mesmo modo, estabelecendo papéis definidos, desafios e logros claros, a implementação de LEAN teve um importante beneficio em termos de motivação dos empregados.

    Uma marca forte complementada com alianças estratégicas globais
    Em março de 2004 lançamos a marca ‘‘LAN’’, sob a qual operamos todas nossas linhas aéreas de transporte internacional de passageiros (salvo para Aires, que está trabalhando para trocar seu nome para a marca “LAN”. A uniformidade da marca permite a nossos clientes identificar melhor os altos padrões de serviço e segurança que são comuns em todas nossas linhas aéreas. Esta nova imagem corporativa melhorou também a efetividade e eficiência em função dos custos a medida que ampliamos nossas operações em mercados novos e outros já existentes. Além disso, LAN e todas nossas afiliadas de passageiros (com exceção da Aires) somos membros da aliança oneworld®. Celebramos acordos bilaterais com sócios estratégicos como American Airlines, Iberia e Qantas, entre outros, cuja presença de primeira línea em seus mercados respectivos cria um alcance global real para nossos passageiros. Nossas alianças de transporte de passageiros e nossos acordos comerciais oferecem a nossos clientes aproximadamente 750 destinos de viagem, um sistema combinado de reservas, flexibilidade de itinerários e vários outros benefícios que melhoram substancialmente nossa posição competitiva dentro do mercado latino-americano.

    Estratégia de otimização da frota
    Fazemos um ótimo uso de nossa estrutura de frota combinando mínimos tipos de aeronaves, aviões modernos e vencimentos escalonados de arrendamentos. Selecionamos cuidadosamente nossas aeronaves baseando-nos na capacidade de satisfazer efetiva e eficientemente nossas necessidades de curta e longa distância, esforçando-nos ao mesmo tempo por minimizar a diversidade de tipos de avião que operamos. Para os voos curtos operamos a família de aeronaves Airbus A320 e a recentemente adquirida frota Aires no mercado colombiano. Em 18 de maio de 2008 deixamos de utilizar as aeronaves Boeing 737-200 em nossas operações no Chile. Para os voos de longa distância de transporte de passageiros operamos Boeing 767-300 de passageiros e voos de carga de longo alcance e operamos Boeing 767-300 de carga. Para os serviços de ultra longa distância, como por exemplo, entre Santiago e Madri e entre Santiago e Auckland, utilizamos a aeronave Airbus A340-300. O fato de contar com menos diversidade de tipos de aviões reduz os custos de inventário, dado que se requerem menos peças de reposição e reduz a necessidade de habilitar os pilotos para que operem diferentes tipos de aeronave. O plano de renovação da frota estratégica de LAN implica a venda de cinco aeronaves Airbus A318 em 2011, cinco em 2012 e cinco em 2013. A antiguidade média de nossa frota em 28 de fevereiro de 2011 era de 6,1 anos (excluindo a recentemente adquirida frota Aires), o que faz de nossa frota uma das mais modernas da América Latina. A última baixa de nossos Boeing 737-200 —as aeronaves mais antigas que temos— que finalizou em maio de 2008, reduziu ainda mais a idade média de nossa frota. Além disso, esperamos que nossas compras de aeronaves adicionais que serão entregues entre 2011 e 2018 reduzam ainda mais a idade média de nossa frota. Contar com uma frota mais nova nos torna mais competitivos, pois reduz o consumo de combustível e os custos de manutenção e nos permite gozar de um alto grau de confiabilidade no desempenho. Adicionalmente, uma frota moderna e eficiente quanto ao uso do combustível reflete nosso forte compromisso com o meio-ambiente dado que as novas aeronaves incorporam a última tecnologia da indústria, permitindo uma redução substancial das emissões, diminuindo também os níveis de ruído.
    Ademais, nossa frota alugada está estruturada com vencimentos de aluguéis escalonados ao longo do tempo para criar uma flexibilidade estratégica que nos permita expandir ou reduzir a capacidade segundo as condições do mercado. Nós garantimos que nossas aeronaves e a flexibilidade de nossa frota nos permitem maximizar a utilização de nossos aviões adaptando-nos rapidamente às variações da demanda de transporte de passageiros e carga dos mercados que atendemos.

    Uma sólida situação financeira com uma história de crescimento e rentabilidade
    Historicamente administramos nosso negócio de maneira a manter a flexibilidade financeira e um balanço geral sólido que possibilite alcançar nossos objetivos de crescimento ao mesmo tempo em que respondemos às variações do mercado. Somos uma das poucas linhas aéreas do mundo qualificadas como aptas para o investimento e mantivemos esta qualificação durante 2010. Gerimos uma sólida posição financeira preservando nossa liquidez financeira e estruturando permanentemente financiamento de longo prazo para as novas aquisições de aviões. Nossa flexibilidade financeira nos permite obter grandes ordens de compra de aeronaves, que incluem uma parte de nosso atual programa de renovação de frota com taxas de financiamento atraentes. Também monitoramos e buscamos oportunidades para reduzir os riscos financeiros associados com as flutuações monetárias, das taxas de juros e do preço do combustível dos aviões. Nos últimos cinco anos, enquanto grande parte da indústria aeronáutica vivia importantes crises de competitividade e liquidez, nós continuamos sendo consistentemente rentáveis.

     

    Estratégia do Negócio

    Os principais aspectos em que temos pensado enfocar nossos esforços são os seguintes:

    •  Continuar expandindo nossas redes de transporte de passageiros e de carga
      Atualmente nós pretendemos seguir ampliando significativamente nossa capacidade ao longo dos próximos anos a fim de gerar um robusto crescimento da demanda de transporte de passageiros e carga em nossos mercados alvos. Planejamos ampliar nossas operações não somente nos mercados que servimos atualmente bem como a novos mercados sul-americanos onde consideramos que existe uma demanda para nossa combinação de serviços de passageiros e carga. Para fazer frente a dito crescimento.
      1. em 28 de fevereiro de 2011, tínhamos uma carteira de ordens de compra de 82 aeronaves da família Airbus A320 de última geração que serão entregues entre 2011 e 2016 e 9 aviões de passageiros Boeing 767-300 de fuselagem larga que serão entregues entre 2011 e 2012;
      2. em 28 de fevereiro de 2011, tínhamos pedidos por duas aeronaves de carga Boeing 777-200 que devem ser entregues em 2012; e
      3. também temos ordens pendentes por 32 aeronaves de passageiros Boeing 787 Dreamliner que esperamos que comecem a ser entregues em 2012.

      Seguiremos aproveitando os benefícios de combinar nossas operações de transporte de passageiros e carga. Ambas constituem aspectos igualmente importantes de nosso negócio e dedicamos os recursos, instalações, gestão e frota necessários para possibilitar que ambas operações prestem serviços de alta qualidade e compitam efetivamente em seus respectivos mercados.

    • Melhorar a rentabilidade de nossas operações de curta distância por meio de nosso novo modelo de negócios
    • Atualmente, nós pretendemos continuar com a implementação do modelo comercial lançado em 2007 para aumentar a eficiência de nossas operações nacionais e de curta distância, especificamente nos mercados nacionais de Chile e Peru. Este modelo também está sendo aplicado nos mercados internos do Equador e da Argentina, e também em nossas recentemente adquiridas operações de passageiros na Colômbia. Na Argentina, a implementação do modelo está sujeita a certas restrições legais devido às faixas de preços existentes no mercado interno argentino. Ademais, estamos avaliando a aplicação destas iniciativas em certas rotas regionais dentro da América Latina. Um objetivo chave deste programa foi incrementar a utilização de nossa frota por meio de itinerários modificados que incluem mais voos de ponto a ponto e voos noturnos e de menor duração das viagens redondas. Nossa frota de Boeing 737-200 foi dada de baixa completamente em maio de 2008 a favor da nova família de aeronaves Airbus A320, que operamos atualmente em todas as rotas nacionais e internacionais, salvo aquelas em que opera Aires. Estas iniciativas já começaram a incrementar a eficiência e a melhorar as margens de nossas operações de curta distância. Além disso, nossa moderna frota permitirá menores custos de manutenção não programada, menor consumo de combustível e eficiências operacionais e de custos alcançadas graças à operação de uma menor diversidade de tipos de aeronaves. Outros objetivos chave deste modelo de negócios incluem uma redução de custos de vendas e distribuição por meio de uma maior penetração através de Internet, redução de comissões de agências, menores tempos de processamento e um incremento do serviço de auto faturamento de bagagem por intermédio de Internet e quiosques aeroportuários. Esperamos que estas iniciativas, em conjunto com a simplificação de funções de controle administrativo e suporte, continuem ajudando-nos a ampliar nossas operações e, por sua vez, impulsionar uma significativa redução de custos gerais por ASK. Começamos a traspassar uma parte dessas eficiências operativas aos consumidores por intermédio de reduções de tarifas, o que esperamos estimule una demanda adicional e incremente nossa rentabilidade geral.
    • Manter uma excelente satisfação por parte dos clientes 
      Tanto em nossas operações de transporte de passageiros como de carga, fazemos questão de entregar serviços de alta qualidade, que são valorizados por nossos clientes. Em nossos serviços de transporte de passageiros nos esforçamos por alcançar um desempenho altamente pontual, serviços a bordo de primeira linha nos voos de longa distância, preços atraentes e convenientes e rápido faturamento de bagagem nos voos de curta distância, e a comodidade que brinda uma frota moderna. Durante a primeira metade de 2009 terminamos a nova configuração das cabinas de todas nossas aeronaves de longo alcance, que incluem tanto os Boeing 767 como os Airbus A340 de passageiros para incorporar nossa nova Classe Executiva Premium, que inclui assentos completamente horizontais, bem como melhoramentos na classe econômica, que incluem um sistema de entretenimento a bordo de última geração. Nosso programa de viajante freqüente, LANPASS, oferece benefícios e recompensas de viagem a quase 4,3 milhões de leais clientes no Chile, Argentina, Peru e Equador e outros países onde operamos. Nas operações de carga, nos preocupamos em entregar um serviço confiável, aproveitar nossa capacidade de manejar diferentes tipos de carga, bem como volumes importantes da mesma, e aproveitar nossas instalações em aeroportos chave, como Miami, para garantir a ótima satisfação das necessidades de nossos clientes. Avaliamos constantemente oportunidades para incorporar melhoramentos nos serviços a fim de responder efetivamente as necessidades de nossos clientes.
    • Constante ênfase na segurança
      Nossa máxima prioridade é a segurança. Temos estruturado nossas operações e manutenção de tal maneira que seja priorizada a segurança de nossos voos. Nossas instalações de manutenção estão certificadas pela Federal Aviation Administration (“FAA”), DGAC e outras autoridades de aviação civil. Nossos procedimentos de voo e manutenção estão certificados sob padrões ISO 9001-2000. Temos programas estabelecidos para capacitar nossas tripulações e mecânicos com padrões de primeira linha, tanto em instalações no estrangeiro como em nossos próprios centros de capacitação, que desenvolvemos em conjunto com parceiros de alta qualidade.
    • Enfoque na Eficiência e na Sustentabilidade Estamos constantemente preocupados em melhorar a eficiência através de uma série de iniciativas em nossa frota que buscam reduzir o consumo de combustível. A mais significativa destas iniciativas é nosso plano em vigor de renovação da frota e crescimento através do qual esperamos incorporar 125 novas aeronaves entre 2011 e 2018. Como exemplo, estimamos que o Boeing 787 Dreamliner opera com custos por ASK que são aproximadamente 12% inferiores aos das aeronaves para passageiros internacionais, tanto que o novo Boeing 777 de carga é aproximadamente 17% mais eficiente em termos de custos por ASK que o Boeing 767 de carga. Além disso, durante a segunda metade de 2010 finalizamos a instalação dos winglets em todas nossas aeronaves Boeing 767, obtendo eficiências de combustíveis de aproximadamente 5% por aeronave. Para mitigar o efeito ambiental de nossas operações nós tentamos operar de uma maneira sustentável reduzindo nosso consumo de combustível e as emissões relacionadas. Também seguimos nos enfocando em ajustar a configuração de nossas aeronaves à demanda do mercado, por exemplo, ajustando a configuração de nossos quatro Boeing 767 que operam em rotas internacionais desde o Equador, reduzindo o número de assentos de Premium Business e aumentado o número de assentos na classe Economy. Outros projetos de longo prazo que pretendem melhorar nossa estrutura de custos incluem implementar o processo operativo LEAN em nossas operações de manutenção bem como investir no novo sistema de inventário e reservas que oferece Sabre.